Construções no período de chuvas: 5 dicas para o seu projeto não ir por água abaixo

Construções no período de chuvas

Imagine você realizando sua obra, tudo indo como planejado e, de repente, chuva. Trabalhadores parados, serviços que estavam prontos sendo desfeitos, materiais estragados.

Com um pouco de planejamento e a adoção de certos cuidados nas construções, esses prejuízos causados pelo período de chuvas podem ser evitados. Quer saber algumas dicas do que fazer para seu projeto não ir por água abaixo? Acompanhe o post!


1. Tenha cuidado na fase da fundação

A fundação é uma das etapas da obra mais sensíveis ao período chuvoso. Isso porque a segurança dos trabalhadores pode ser colocada em risco, além da possibilidade de prejudicar alguns equipamentos especiais, caso estes estejam sendo utilizados.

Por isso, planeje o início da sua obra e evite o período típico de chuvas fortes, como o verão. Quando estiver construindo a fundação, utilize uma cobertura plástica — lona — sobre a área das escavações para evitar que uma garoa ou chuvas mais fracas atrapalhem os trabalhos.


2. Verifique o processo de construção

O processo de construção nesse momento também pode fazer a diferença. Uma boa opção é fazer sua obra por meio do sistema de estrutura independente, por exemplo. Ele consiste em fazer a construção de toda a estrutura bruta primeiro, que será coberta com lona antes de ser aplicado o telhado definitivo.

Seguindo o processo dessa maneira, será possível fazer com que trabalhos sejam realizados na parte interna da construção mesmo em dias chuvosos, fazendo com que seu cronograma não atrase.


3. Cuide dos materiais

Para uma obra andar conforme planejado, é preciso fazer estoque dos materiais utilizados. Porém, alguns cuidados devem ser tomados para que uma possível chuva não jogue seu dinheiro no ralo.

Cubra os tijolos com uma lona plástica, pois eles são muito sensíveis à chuva e podem apodrecer caso você não faça isso. Construa uma mureta de alvenaria para estocar areia, evitando, assim, que ela escorra com a água da chuva.

Caso queira investir um pouco mais, um barracão feito com placas de madeirite e telhas de fibrocimento é uma boa dica para armazenar os materiais, evitar prejuízos e dificultar roubos.


4. Escolha bem o concreto utilizado

 

O tipo de concreto utilizado também pode evitar que prejuízos grandes ocorram. O concreto usinado costuma ser preterido por ter um custo mais alto para a obra.

Porém, embora seja mais caro, a grande vantagem desse tipo de material é que ele possui uma secagem mais rápida, evitando que uma chuva inesperada desfaça todo o trabalho realizado.

Além disso, o concreto usinado necessita de menos mão de obra para a execução da concretagem.


5. Contrate por etapas

A mão de obra exige uma administração profissional e séria.

Fazer a contratação por empreitada, dividindo a construção por etapas, é uma ótima forma de evitar que você tenha prejuízos caso as chuvas se prolonguem por dias a fio.

Se você contratar por diária, corre o risco de ter que pagar a mão de obra parada por não conseguir executar os serviços por causa das chuvas.

A chuva influencia, e muito, nos prazos de execução das construções. Mas, para evitar dores de cabeça, não há segredo: basta planejamento.

Pronto para começar sua obra? Comente abaixo e nos conte o que está fazendo para evitar os estragos do período de chuvas!


Fonte: SoProjetos



Conheça nossos serviços e veja como podemos ajudar na realização do seu sonho!

 


 

Salvar

Comentários